Violento Incidente no Encontro de Banda Farpónicas

Ontem terminou mal a segunda "indeção" do "Casco Farpónicas Band Orchestra". Como se pode calcular a música é feita com farpões "armandados" a cantar "perente" as bordas do dito cujo. As notas são feitas consoante o apertamento das ditas bordas.
Um individuo da Banda Farpónica de Sarrazolas ao fazer um fã sustenido apertou demasiado as ditas bordas e o farpão sai-lhe em forma de morteiro, estilo katyuascha. Ora o morteiro sai demasiado d'estouro e vai fazer ricochete na torre da igreja caindo no Café Tasco Sobe & Desce que fica ali ao lado.
Como é costume nas sextas à noite o dito tasco está sempre à pinha e o morteiro ao cair "perente" lá estroncou aquilo tudo. Houveram feridos e acidentados, nomeadamente um moço que tombou numa Casal CBR 1000. Só a rápida actuação dos "Vomveirios" Voluntários de Casco de Rolha e do Grupo de Operações Especiais de Defesa de Farpas Radioactivas da Moina de Casco de Rolha (GOEDFR) evitou o pior. Diga-se de passagem que o ar lá dentro ficou impróprio para consumo do ser humano.
Enviar um comentário