Casamento da Filha do Sr. Presidente da Junta

Decorre já desde as 11 horas da matina as grandiosas festividades do casamento da filha do sr. Presidente da junta de Casco de Rolha. As festividades começaram "perente" a igreja de Casco de Rolha, onde o Reverendo Padre Venâncio da Eira fiz as izéquias religiosas do casamento.
Mal acabou as cerimónias começou logo as paneleirices de tirar fotografias, sendo que o fotografo gosta disso pois quanto mais fotografias tirar mais dinheiro "chupa" aos noivos ou as velhos dos noivos que é o mais habitual.
Acabadas as fotografias, as centenas de convidados fazem um "quimbóio de boguinhas" e começam todos a puxar marcha para a Quinta de Santa Cona do Assobio em Casco de Rolha onde se realiza a tainada do "casório". Nesta altura vão duas Zundapps 500 Marisco GSI da moina de Casco de Rolha a abrir caminho na frente do "quimbóio" do casório.
Mal chegaram à dita quinta os convidados "armandaram-se" logo aos aperitivos começando logo a "enfardar" e a botar uma pinga para não deixar secar o catalisador. Segundo o que conseguimos apurar junto de um convidado e passamos a citar: "Opá. Tenho que botar uma pinga porque a hóstia "ficou-se-me" colada no catalisador e tenho que a empurrar. Vai já uma pinga madura para a amolecer mais depressa".
A organização do evento, o McNassa, na própria pessoa do Tio Xico que passamos a citar: "Foda-se! Este pessoal é sempre a malhar na pinga. Só no aperitivo já foram trinta caixas de Monte Velho e dez de Muralhas, isto porque fiz os petiscos pouco salgados para não fazer muita secura. Isto da secura deve ser do presunto de Montalegre que encomendei de propósito para a festança."
Depois do aperitivo vai ser servido o prato de bacalhau como é tradicional, mas nesta festança vai ser bacalhau à Brás para ser mais à patrão. De seguida vai ser servido o prato de carne e no final para lavar a tripa um caldo verde.
A animação está a cargo do Trio Tocadores de Gaita e Banda do Tremoço.
Enviar um comentário