Curso Intensivo de Operações Não Convencionais do Destacamento de Pingas Especiais da Marinha de Rega

Home de Guerra Capitão da Marinha de Rega de Casco de Rolha que comanda o Destacamento de Pingas Especiais (DPE) anunciou um novo curso intensivo para os seus marinheiros de operações não convencionais, nomeadamente como abrir uma garrafa de vinho sem saca rolhas.
Segundo Home de Guerra existem várias formas de abrir uma garrafa de vinho para "infequetuar o realizamento" de uma giposa sem usar o respectivo aparelho de saca rolhas. São elas as respectivas seguintes: tirar uma sapatilha e colocar a garrafa dentro e bater até sacar a rolham lápis um martelo e um espeto de churrasco ou usar um saca rolhas não convencional formado por um parafuso um alicate e um agrafador.
A primeira técnica é um tanto ou nada eficaz pois não saca rolha nenhuma e põe a estremecer as mãos de quem tá a bater a garrafa e corre o risco de ficar como um pito pois a garrafa transforma-se numa verdadeira garrafa de champanhe.
A segunda consiste em colocar o lápis a "infequetuar" de cinzel e o martelo "infequetua" o respectivo "martelamento" da rolha "inté" esta cair dentro da garrafa "infequetuando" o respectivo "boiamento" na pinga respectiva. O espeto de churrasco é mero artesanal decorativo.
A terceira é a verdadeira eficácia em pessoa. Enrosca-se o parafuso na rolha com o alicate "infequetua-se" um puxão para ter espaço para colocar o agrafador a fazer de batente no gargalo da garrafa. Ora com ele enfiado entre os dois aparelhos "infequetua" uma maravilha da física o efeito de cunha. Logo de seguida está pronta a garrafa para se "infequetuar" a respectiva giposa.

Enviar um comentário