Crónicas do Manel Garganta - A Vida de um Casco Rolhense Moderno

Nesta crónica vou contar ao pormenor a vida de um casco rolhense moderno adepto das novas tecnologias nomeadamente portadores de tabuletas e "telemobles" que parecem umas talochas de trolha com ligação à internet e respectivamente ao "Feicebuque". Este tipo de casco rolhense coloca ao pormenor todo o seu santo dia no "Feicebuque".
"Alebanta-se" e tira logo uma fotografia às suas bentas de sono para enfiar "perente" o "Feicebuque". Depois vai "arrear o calhau" e tira fotografia à real cagadela e coloca "perente" o "Feicebuque" com a seguinte legenda: "Aí está a sanita pintada à pistola. Uma obra digna do Picasso!".
Depois toma o pequeno-almoço e arrota e coloca "perente" o "Feicebuque": "Já assentou bem! Quase arrotava a tripa!". Vai trabalhar e actualiza o seu estado do "Feicebuque" para : "A ir para o chóio".
No fim do trabalho vai ter com a moça e actualiza o seu estado do "Feicebuque" para: "Vai ser hoje que vou lá! Até vai ganir!". Chega à moça e pega nela e vão ao morniço. Muda o estado do "Feicebuque" para: "A morniçar ca moça" e coloca uma fotografia de "amvos os dois".
Ao fim do morniço "armanda" um arroto e grava para colocar o vídeo "perente" o "Feicebuque". No fim do morniço pega na moça para irem dar uma caibrada e actualiza o seu estado do "Feicebuque" para: "Vai ser agora que lhe vou apertar os tampos - Em Pinhal do Esgaça!". Coisa e tal começam o afiambramento e começam a tirar a roupa ele interrompe para dizer no "Feicebuque" que já está a tirar a roupa à moça. Coisa e tal começam a caibrada interrompe e o seu estado do "Feicebuque" passa para: "Já está toda lá dentro! - A ver umas marufas do caralho". Entretanto lembra-se e tira uma foto à "ceregina" da moça e põe no "Feicebuque" para mostrar o material.
Durante a caibrada a moça faz a digestão do morniço e arreia um farpão ele pega logo na tabuleta para atualizar o seu estado do "Feicebuque" para: "Já se lhe começaram a cair. Até cantou!". Terminada a caibrada anunciam "tamvém" "perente" o "Feicebuque". Chega a casa e vai dormir e actualiza o seu estado do "Feicebuque" para: "Inté amanhã vou  chonar - A sentir-se com uma soneira do caralho".
Este casco rolhense moderno é todo ele um verdadeiro jornal de noticias com actualização ao minuto.
Enviar um comentário