Cortejo Académico do IPCR

Decorreu "perente" a sexta-feira de ontem mais um tradicional cortejo académico do IPCR. Este ano não decorreu "perente" a primeira sexta-feira de Maio por conflituidades de calendário com a Caçada Anual ao Gambozino.
Como é do costume a indústria pingateira de Casco de Rolha e arredores seca o seu stock de pinga neste evento académico de Casco de Rolha. "Miles" de pipas de pinga serviram para encharcar a vela dos estudantes e aficionados do evento que foram assistir.
A abrir caminho a Tuna Académica do IPCR e o Rancho Folclórico do IPCR. Tia Maria do Pito Esbeiçado que assistia à passagem do corso aquando da passagem do Rancho Folclórico do IPCR "armandou-se" para o meio deles e começou toda ela a dançar uma gaitada. Dançou a música do pau teso tocada pelo trio tocadores de gaita do Rancho Folclórico do IPCR. A brilhar no canto a cantadeira de serviço, Pistoleira Ribatexanas.
Cada Licenciatura apresentou o seu carro alegórico sendo que este ano o tema mais caricaturado foram as contas de merceeiro de António Pina Balente nos cofres da junta de Casco de Rolha. A abrir os carros, o carro da Licenciatura de Engenharia Electrotécnica de Gambiarras em Fibra Óptica de Longo Alcance. Logo se seguiam as respectivas licenciaturas a destacar o carro da Licenciatura em Calcetagem Marítima que era todo ele uma réplica gigante das famosas Transviaturas Super Sport RS.
Todo o cortejo teve guarda de honra da Moina de Intervenção da Unidade Especial da Moina de Casco de Rolha.
Enviar um comentário