Festas Taurinas de Casco de Rolha "Dois e Quinze" - Rescaldo

Decorreu "perente" o passado fim de semane as tradicionais festas taurinas de Casco de Rolha. "Miles" de aficionados deslocaram-se a Casco de Rolha para visualizar tal acontecimento do mundo taurino. 
Logo "perente" o sábado de manhã a Moina de Intervenção foi obrigada a usar os seus novos amansa guapos todos eles quitados para manter a ordem de uma manifestação organizada pelo Núcleo de Touras de Casco de Rolha. O resultado foi o esquentamento do lombo das ditas manifestante e respectiva continuação das festividades sem incidentes.
No sábado actuaram os respectivos motoureiros: Zeca Purisso e El Coñito de Salamanca Espanha motoureiro de motas pesadas. Este motoureou numa Casal CBR 1000 RS Boss preparada para o efeito pelo Gangue das Casais. No toureio "à lá pate" estiveram no acontecimento os respectivos seguintes: Lauta, Quim Bigodes e Salampório um toureiro improvisado a martelo. Os forcados que abriram as hostilidades o grupo da casa o Grupo de Forcados do Aposento da Tasca de Casco de Rolha, Grupo de Forcado do Aposento da Pinga de Macieira de Pinga e Grupo de Forcado Académicos de Corno Manso.
Na pega do Grupo de Forcado do Aposento da Pinga de Macieira de Pinga a destacar a excelente pega por parte do forcado de cornos nos corno com o touro que com uma valente gipose conseguiu uma pega à primeira. Segundo o mesmo este aplicou um truque que nunca falha deu uma pinga ao touro para este ficar em estado giposo não pondo em "pirigo" a vida do forcado de cornos nos cornos com o touro.
No domingo estiveram de serviços os respectivos motoureiros: Quim Panelim e El Coñito de Salamanca Espanha. No toureio "à lá pate" estiveram de fascina os respectivos seguintes: Manel Baroco e El Carallõn de Espanha. Os forcado de seviço foram: Grupo de Forcados Amadores de Vilar de Farpas, Grupo de Forcados Assapadores de São Cricas d'Auga e Grupo de Forcados Artesianos de Vilar de Cadernizes.
No final o prémio de melhor motoureiro foi entregue contra todas as expectativas a Zeca Purisso que conseguiu enfiar no lombo do touro duas bandarilhas curtas de cavalinho na sua motorizada. O prémio para melhor toureiro "à lá pate" foi entregue a Salampório que deu um espetáculo digno de se ver, pus o touro a sacar pionadas. O prémio Corno d'Ouro para melhor pega das festividades couve ao grupo que estreou a sua "aquetividade" em Casco de Rolha o Grupo de Forcados Assapadores de São Cricas d'Auga.
Para o ano há mais festividades taurinas.
Enviar um comentário