Mostrar mensagens com a etiqueta António Pina Balente. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta António Pina Balente. Mostrar todas as mensagens

Golpe Militar Derruba António Pina Balente

As Forças Armadas e Desarmadas de Casco de Rolha "infequetuaram" u m golpe militar para derrubar António Pina Balente da presidência  freguesial. Este golpe foi provocado pelo anuncio dos Cascos Gold. Os casco rolhenses ficaram fortemente descontentes com esta medida do executivo freguesial. O povo casco rolhense teve apoio das Forças Armadas e Desarmadas de Casco de Rolha e Moina de Casco de Rolha.
Aquando do anuncio da implementação dos Cascos Gold "perente" esta manhã as Forças Armadas e Desarmadas de Casco de Rolha intervieram  logo evitando o pior destituindo António Pina Balente. Após o golpe foi instituida uma junta militar com Marechal Zé Maria Cacete a assumir a presidência freguesial, Almirante Zé Friestelas como Secretário Freguesial dos Assuntos Freguesiais, Tio Manel Arraúda como Secretário Freguesial de Defesa e Moinacial e General Zacarias com as restantes pastas freguesiais.
A operação militar teve como intervenientes os Fuzileiros da Marinha de Rega, Destacamento de Pingas Especiais e Tropas Especiais e Temporais de Casco de Rolha e meia dúzia de gatos pingados da tropa ligeira. Após o desembarque anfibio dos Fuzileiros numa poça d'auga junto da casa de António Pina Balente é lançado um pára-quedista em pára-quedas roto para garantir que António Pina Balente não fugia pelo telhado. Este ficou logo fora de combate pois desencolatrou-se pela chaminé abaixo. O Corpo de Segurança Pessoal não ofereceu resistência pois também estava combinado com o golpe militar. Mal chegou a tropa da pesada detorceram e desmobilizaram para o Café Tasco Sobe & Desce.
Após a detenção de António Pina Balente os militares obrigaram este a assinar a sua demissão imediata. As Forças Armadas e Desarmadas de Casco de Rolha anunicaram que irão marcar eleições para breve para entregar a presidência freguesial a civis.

António Pina Balente Libertado

António Pina Balente, digníssimo presidente da junta de Casco de Rolha foi finalmente libertado dos calabouços da Moina Judiciária de Vila Nova de Santa Pinga. Este saiu de lá, não por ter sido libertado pela Moina Judiciária de Vila Nova de Santa Pinga mas sim porque a Unidade Especial da Moina montou uma operação conjunta de todas as suas unidades, nomeadamente, GOE, GOEDFR, Moina de Intervenção, Corpo de Segurança Pessoal e Grupo de Pingas Especiais.
A operação foi comandanda e engenhocada pelo Comandante da Moina de Casco de Rolha, General Biclas. A Moina de Intervenção garantiu a "seguridade" do local o GOE e GOEDFR entram no edificio e sem encontrarem resistência deslocam-se até aos calabouços onde se encontrava António Pina Balente. Após ser libertado foi escoltado por todo o aparato moinacial ficando a Moina Judiciária de Vila Nova de Santa Pinga sem poder de resposta.
Após esta operação de resgate António Pina Balente foi levado a casa e encontra-se 24 horas sob protecção do Corpo de Segurança Pessoal da Moina de Casco de Rolha, tendo cada piquete de vigia 5 "vacas" armadas até aos dentes em redor da sua moradia.

António Pina Balente Sob Investigação

António Pina Balente, presidente da junta de Casco de Rolha, está desde ontem de manhã sob investigação da Moina Judiciária de Vila Nova de Santa Pinga. António Pina Balente estava na sede de junta quando foi abordado por dois "Judites" à paisana que se auto identificaram como Moinas Judiciários. À porta mais "Judites" a impedir a passagem para o respectivo local. O Corpo de Segurança Pessoal que estava de piquete no Café Tasco Sobe & Desce nem tive tempo de reacção para impedir a detenção de António Pina Balente por parte dos "Judites".
Segundo o que se conseguiu apurar junto da Moina Judiciária de Vila Nova de Santa Pinga, António Pina Balente é acusado de fazer negociatas por baixo da mesa e meter ao bolso dinheiro dos cofres freguesiais. Segundo fonte anónima, que se identificou como Manel Garganta famoso cronista de Casco de Rolha, António Pina Balente já gamou "miles" de contos da junta de Casco de Rolha para o seu bolso. Esta mesma fonte afirmou ter provas de que no negócio da compra do submarino "Farpão" da Marinha de Rega, António Pina Balente recebeu como prémio de negócio uma pipa de vinho, um carregamento de presuntos pata negra e "quatro contos" em notas de dez euros.
Pela cedência dos terrenos para a construção do novo quartel dos "Vomveirios Assapadores" de Casco de Rolha, António Pina Balente recebeu como prenda um par de vitelas brasileiras.
General Biclas comandante da Moina de Casco de Rolha já está a preparar uma operação com a Moina da pesada para libertar António Pina Balente dos calabouços da Moina Judiciária de Vila Nova de Santa Pinga.

Casamento da Filha do Sr. Presidente da Junta

Decorre já desde as 11 horas da matina as grandiosas festividades do casamento da filha do sr. Presidente da junta de Casco de Rolha. As festividades começaram "perente" a igreja de Casco de Rolha, onde o Reverendo Padre Venâncio da Eira fiz as izéquias religiosas do casamento.
Mal acabou as cerimónias começou logo as paneleirices de tirar fotografias, sendo que o fotografo gosta disso pois quanto mais fotografias tirar mais dinheiro "chupa" aos noivos ou as velhos dos noivos que é o mais habitual.
Acabadas as fotografias, as centenas de convidados fazem um "quimbóio de boguinhas" e começam todos a puxar marcha para a Quinta de Santa Cona do Assobio em Casco de Rolha onde se realiza a tainada do "casório". Nesta altura vão duas Zundapps 500 Marisco GSI da moina de Casco de Rolha a abrir caminho na frente do "quimbóio" do casório.
Mal chegaram à dita quinta os convidados "armandaram-se" logo aos aperitivos começando logo a "enfardar" e a botar uma pinga para não deixar secar o catalisador. Segundo o que conseguimos apurar junto de um convidado e passamos a citar: "Opá. Tenho que botar uma pinga porque a hóstia "ficou-se-me" colada no catalisador e tenho que a empurrar. Vai já uma pinga madura para a amolecer mais depressa".
A organização do evento, o McNassa, na própria pessoa do Tio Xico que passamos a citar: "Foda-se! Este pessoal é sempre a malhar na pinga. Só no aperitivo já foram trinta caixas de Monte Velho e dez de Muralhas, isto porque fiz os petiscos pouco salgados para não fazer muita secura. Isto da secura deve ser do presunto de Montalegre que encomendei de propósito para a festança."
Depois do aperitivo vai ser servido o prato de bacalhau como é tradicional, mas nesta festança vai ser bacalhau à Brás para ser mais à patrão. De seguida vai ser servido o prato de carne e no final para lavar a tripa um caldo verde.
A animação está a cargo do Trio Tocadores de Gaita e Banda do Tremoço.